Aborto e disfunção sexual

Um estudo mostra que entre 30% a 50% das mulheres que abortam referem experiências de disfunção sexual, tanto de curta ou longa duração, com início imediato após o aborto (1). Estes problemas podem incluir: perda de prazer durante o acto sexual, aumento de dor, aversão ao sexo ou ao homem de uma forma geral ou desenvolvimento de um estilo de vida promíscuo.

***

1. Belsey, E.M., Greer, H.S., Lal, S., Lewis, S.C. and Beard, R.W. (1977). Predictive Factors in Emotional Response to Abortion – Kings Termination Study .4. Social Science & Medicine 11(2):71-82.