Aborto: perspectivas da moral

Neste capítulo serão estudados, desde a perspectiva da moral, os conceitos de aborto directo, aborto indirecto e aborto terapêutico. Se fossem termos sinónimos teriam a mesma qualificação moral; na realidade, são empregues em diferentes circunstâncias e contextos morais e a tradição católica atribui-lhes significados diversos. Além disso, a terminologia usualmente empregue não é adequada e é susceptível de provocar confusões. Justifica-se deste modo fazer uma análise mais aprofundada destes conceitos.

Por outro lado, para uma correcta compreensão destes conceitos parece importante oferecer uma explicação prévia da teoria da acção moral, tal como a tradição católica recebeu de S. Tomás de Aquino.

Ao finalizar, apresentar-se-á um “status quaestionis” das principais propostas de solução moral aos casos de gravidezes de risco médico, felizmente raros, nos que a família e o médico são confrontados com um dilema ético dramático, porque qualquer intervenção médico-cirúrgica pode associar-se à morte da criança, mas em que, por outro lado, a alternativa de não actuar conduzirá à morte da mãe sem que o filho possa ser salvo.

Teoria da acção moral

Aborto directo

Aborto indirecto

Aborto terapêutico

Os casos limite de gravidezes de risco

Propostas de solução a casos graves de gravidezes de risco médico

 

Aborto e ética. Todos os direitos reervados.

aborto